quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Adicional.

Só mais um dia de frio no começo do mês de Setembro. Mais uma noite. Só mais um cigarro que foi queimado entre muitas tragadas por tempo recorde. Esplêndido é fumar um cigarro mentolado em menos de um minuto e meio. E tudo culpa da revolta. "Quanta repugnância" são as palavras que deixo escapar. E incontáveis vezes, até colar na mente. E será que cola? Será que gruda?. Tá um frio do cassete aqui nessa cidade. Nenhuma jaqueta de couro esquenta menos do que a minha. Bato os dentes de frio. No player do celular já acabado, desgastado e que infelizmente é de meu pertence, The Killers me matam dizendo smile like you mean it, smile like you mean it. E finjo que entendo. Mesmo que não entenda. Enfia um sorriso na cara e fica tudo bem, pequena, é assim que é. Tudo somente mais um adicional. Quem sabe, para mais incógnitas pessoais nas quais me proponho. Mais um motivo adicional pra fumar outro cigarro. Mais um motivo pra querer sorrir por entender; querer e esperar poderDreams aren't what they used to be, some things sat by so carelessly. 


Eduardda Carvalho

Nenhum comentário: